sábado, novembro 19, 2005

O chá de buceta

Não existem registroscientíficos ou históricos sobre o primeiro caso de Chá de Buceta, mas reza a lenda que Adão teria sido a primeira vítima desse poderoso narcótico.

Pra quem não está ligando o nome à pessoa Chá de Buceta, ou Buçanha, ou simplemente Buça... nada mais é do que um estado de gozo de longa duração. Pesquisas comprovam que o orgasmo de um porco pode durar em média 30 minutos, já o Chá de Buceta tem duração indeterminada, mas no mínimo dura dias.

Este chá afeta não só os "países baixos", mas também o sistema nervoso. A pessoa perde parcialmente a capacidade lógica, nutrindo uma devoção afetiva e sexual pelo agente causador. Mudanças de comportamento e certa apatia por atividades em grupo equivalem ao período mais crítico, onde o grau de dependência do chá atinge nivéis exorbitantes.

Não existem antídotos e por esta razão em alguns casos o efeito é irreversível, ou uma vez que o organismo entre em contato com esta substância, estará sujeito a futuras recaídas. Atulamente foi descoberto uma nova variação, o Chá de Buceta Virtual. Mais poderoso pois afeta o indivíduo sem o contato físico.

A história da humanidade, em grande parte, foi contruídaa doses cavalares de Chá de Buceta, segue abaixo uma pequena lista confirmação:

- Cleópatra deu chá para Marco Antônio (entre outros).

- Evita caprichou no chá e conquistou não só Perón, mas a Argentina.

- O sabor do chá da June agradou não só Henry Miller, mas de lambuja Anaïs Ninn.

- Yoko Ono e seu chá de estilo oriental chegou a causar polêmica.

- E o que dizer da fictícia Capitu, que temperava seu chá com pitadas de olhar de maresia?!

- O príncipe persa Shah Jahan após degustar o chá de Arjumand Begum (que diga-se de passagem concorreu com nada mais nada menos do que 300 mulheres) ficou tão dependente que após a morte de sua amada, construi um sepulcro perpétuo e quiçá o mais significativo monumento ao chá, o Taj Mahal.

4 comentários:

Francisco Fuchs disse...

É por isso que eu fico tão cabreiro quando vou a uma casa de chá. Esse negócio de causar dependência é muito sério...

E chá virtual, hein? Que mundo perigoso...

Como dizia certa moça, the power of periquita rulez.

Francisco Fuchs disse...

A propósito, eu sou devoto do santo chá, mas esse da foto é esquisitaço, viu. Que cor é essa? Não sei se eu tomava não...

Thaísa disse...

Seus familiares e amigos tem toda razão em te chamar de maluquinha rs* euu conheço esse chá too aprendendo ele ;) rs

Thaísa disse...

Seus familiares e amigos tem toda razão em te chamar de maluquinha rs* euu conheço esse chá too aprendendo ele ;) rs